Sala de Imprensa
24/05/2014
Sub-20: Tiva se classifica para a final em clássico eletrizante
Empate em 1 a 1 com o Vitória teve pênalti, confusão, expulsões e gol nos acréscimos.

Henrique Montovanelli

Assessoria de Imprensa - Desportiva Ferroviária

 

O segundo jogo da semifinal do Estadual Sub-20, entre Desportiva Ferroviária e Vitória, contou com todos os ingredientes de um verdadeiro clássico. A partida emocionante disputada no estádio do Apollo, em Marechal Floriano, teve confusão entre as equipes, cinco expulsões, gol anulado, pênalti, duas bolas na trave, e gol do iluminado Fabricio Pajé aos 51 minutos do segundo tempo. Melhor para a Locomotiva Grená, que avançou para a final e enfrenta Linhares ou São Mateus, que duelam na próxima terça-feira.

 

Rodrigo Calisto manteve a escalação: Victor Holz; Peterson, Campagnaro, Willyan e Saulo; Lucas Valim, Victor Hugo, Gabriel Vargas e Rômulo; Lucas e Ramon. Com o empate em 0 a 0 no jogo de ida e pela campanha superior ao rival alvianil, a Tiva só dependia de um empate, mas precisou buscar a classificação até o fim.

 

O clássico já começou disputado e com muitas faltas. O primeiro chute ao gol aconteceu aos 16 minutos. Gabriel Vargas cobrou falta na entrada da área e acertou a trave. O Vitória respondeu aos 33, também de bola parada, obrigando o goleiro Victor Holz a espalmar a bola no ângulo direito. Logo depois, Gabriel Vargas chegou novamente com perigo, em chute de fora da área. No ataque seguinte, Rômulo arrancou em velocidade pela esquerda e sofreu falta dura do zagueiro alvianil, que foi expulso. Mesmo com um a menos, o Vitória assustou em dois lances, que fizeram o goleiro grená se destacar.

 

A Desportiva foi surpreendida logo no começo do segundo tempo. Com um minuto, o zagueiro Willyan derrubou um atacante alvianil na área. Ramon Amaral cobrou e abriu o placar. Com o resultado parcial, a Tiva precisava superar a retranca do Vitória, que administrava o placar e o tempo. Aos 8 minutos, Saulo arriscou de muito longe e o goleiro Carioca se esticou para jogar para escanteio. A pressão grená aumentou aos 15 minutos. Willyan cabeceou forte e, no rebote, Campagnaro finalizou para a segunda defesa do goleiro alvianil.

 

O gol da Tiva veio pouco depois, mas foi anulado pelo bandeirinha, que viu impedimento duvidoso de Douglas. A Desportiva seguiu apostando nas jogadas aéreas, principalmente depois que o zagueiro Willyan virou atacante. Aos 48 minutos, depois de mais um lance de perigo na área alvianil, iniciou-se uma confusão generalizada e a polícia precisou entrar no campo. Quatro jogadores foram expulsos, dois de cada lado. O volante Victor Hugo chegou a receber o cartão vermelho, mas voltou a campo depois que a arbitragem identificou o erro e expulsou o atacante Ramon no seu lugar.

 

Por conta de toda a confusão, os acréscimos de cinco minutos ganharam mais três. E foi a vez da estrela do Fabricio Pajé brilhar novamente. Aos 51 minutos, Willyan ganhou mais uma no alto e a bola encontrou o meia, que apenas escorou para dentro do gol. No último minuto, o Vitória ainda acertou a trave. O técnico Rodrigo Calisto analisou a partida e confia na equipe para a final.

 

“Foi um jogo muito difícil, porque no futebol não se ganha de qualquer maneira, você tem que sempre buscar o resultado. Mas acho que hoje foi coroada a equipe que criou mais e buscou o gol o tempo todo. Agora é final. Serão dois jogos difíceis, mas temos todas as condições de conquistar esse título e a vaga para a tão sonhada Copa São Paulo”, afirma.

 

Pajé comentou a emoção de marcar mais um gol importante. No último domingo, o meia-atacante, de 18 anos, estreou no profissional no amistoso contra a Seleção Brasileira Sub-21 e marcou o único gol da Desportiva. Hoje, fez o gol da classificação nos acréscimos.

 

“Quero agradecer a Deus, que tem me ajudado sempre, os meus familiares e o meu treinador, que acredita muito em mim. Foi um gol muito importante para a gente. É emocionante estar na final. Entrei para ajudar e fiquei doido quando fiz o gol”, comenta.

 

Agradecimentos: A Desportiva Ferroviária agradece ao prefeito de Marechal Floriano, Lidiney Gobbi, ao gerente de esportes do município, Jarbas Rocha, e ao presidente do Apollo XVII, Fabiano Delpupo. 





Veja mais:

12/06/16 - Tiva leva gol improvável no fim e estreia com derrota
03/03/14 - Garotada promovida
10/06/15 - Tiva renova com Ramon para a Copa Espírito Santo
05/09/15 - Tiva empata com Linhares e segue no G4
26/08/16 - Jogo duro no Robertão
01/08/14 - Tony e Tiva se acertam e zagueiro retorna ao clube
25/09/15 - Tiva diferente contra o Doze
13/08/15 - Centroavantes marcam e Tiva e Real empatam
11/02/15 - Tiva contrata Maxwell, campeão brasileiro pelo Flamengo
11/08/15 - Desportiva contrata meia Jean Santiago

    veja lista completa

Copa ES 2017 (CHAVE B)
Desportiva Ferroviaria
Espirito Santo Futebol Clube
30/09/2017
15:00
Estádio Engenheiro Araripe
1Desportiva Ferroviaria 19 8 6
2Clube Atlético Itapemirim 3 2 1
3Vitória Futebol Clube 1 2 0
4Espirito Santo Futebol Clube 0 0 0
DES
0 x 1
CAI
SCBC
0 x 6
DES