Sala de Imprensa
16/05/2015
Tiva empata e é vice no Capixabão
Precisando vencer o Rio Branco, Desportiva sai na frente, com Bruninho Araújo, mas sofre gol de pênalti, de Ratinho, e fica com a segunda colocação no estadual

Henrique Montovanelli

Assessoria de Imprensa - Desportiva Ferroviária

 

Não deu para a Locomotiva Grená. Precisando vencer por dois gols de diferença, ou um para a disputa de pênaltis, a Desportiva até saiu na frente, com gol de falta de Bruninho Araújo, mas o Rio Branco empatou com Ratinho, de pênalti, e ficou com o título do Campeonato Capixaba 2015. A final histórica, após trinta anos, encheu o estádio Kleber Andrade, com cerca de 14 mil torcedores.  

 

Aguerrida, mesmo sem os artilheiros Alexandre Acerola e Thales, lesionados, a Tiva abriu o placar aos 33 minutos e deu coro ao canto de “eu acredito”, da torcida grená. Bruninho Araújo cobrou falta pela esquerda, o goleiro Paulo Vitor falhou e a bola morreu no fundo das redes. Em outra cobrança de falta, Bruninho Araújo quase ampliou aos 38, mas Paulo Vitor defendeu no cantinho. O Rio Branco, porém, não demorou a empatar. Ivan derrubou João Paulo na área e Ratinho não desperdiçou o pênalti, aos 41. No final da primeira etapa, os grenás reclamaram pênalti em Marcos Alagoano.

 

Precisando desempatar para pelo menos levar a disputa para os pênaltis, a Tiva teve a chance mais clara de gol, com Erivelton. O meia recebeu lindo passe de Jean Sá, aos dez minutos do segundo tempo, ficou cara a cara com Paulo Vitor, mas bateu rasteiro para fora. Também de dentro da área, Jean Sá quase marcou o segundo, chutando forte, para a defesa do goleiro capa-preta. Tentando o gol de todas as formas, o técnico Mauro Soares chegou a colocar o zagueiro Leandro Dias de centroavante, para jogadas aéreas. A pressão grená, porém, não resultou em gols e o Rio Branco ameaçou nos contra-ataques nos minutos finais, com Robert, Ramon e Pepeta, acertando o travessão.

 

“Infelizmente nem sempre vem aquilo que a gente quer. Não temos que ficar lamentando e sim parabenizar o adversário, que fez um excelente campeonato, foi a equipe mais equilibrada e mereceu o título. Nós lamentamos, lutamos muito em todas as situações, acreditamos, e esse grupo, apesar das limitações, sempre teve muito brio para jogar futebol e vendeu caro as derrotas. Tentamos de todas as formas, mas infelizmente não deu, já que o adversário foi mais feliz nesses dois jogos”, analisa o treinador grená.

 

Desportiva Ferroviária: Felipe; Ivan, Thiago, Eron e Maxwell (Tatá); Tabata, Bruninho Araújo, Marcos Alagoano (Leandro Dias) e Erivelton (Ramon); Leleu e Jean Sá.

 

Foto: Henrique Montovanelli/Desportiva





Veja mais:

03/03/15 - Léo Oliveira volta como auxiliar técnico de Mauro Soares
26/04/15 - Mais uma vitória com emoção: Tiva vira sobre o Real Noroeste com gol aos 49 minutos do segundo tempo
22/03/16 - Locomotiva ligada contra o Atlético Itapemirim
10/02/14 - Novas camisas à venda contra o Cuiabá
10/06/16 - Desportiva pronta para reestrear no Brasileiro
24/03/15 - Locomotiva diferente contra o Estrela
22/06/15 - Léo Gonçalves reforça a Locomotiva
12/02/16 - Tiva encara o Doze no primeiro jogo em casa
11/04/15 - Guerreiros arrancam mais uma vitória no fim
07/12/13 - Promessas renovam até 2016

    veja lista completa

Campeonato Capixaba 2018
1Desportiva Ferroviaria 14 9 3
2Rio Branco F.C. 3 1 1
3Vitória Futebol Clube 1 1 0
4Serra Futebol Clube 1 1 0
VFC
1 x 1
DES
DES
1 x 1
SFC