Sala de Imprensa
09/08/2015
Clássico equilibrado e sem gols
Desportiva e Vitória empatam em 0 a 0, no clássico da Copa Espírito Santo, no Dia dos Pais, e seguem colados na tabela.

Henrique Montovanelli

Assessoria de Imprensa - Desportiva Ferroviária 

 

Os pais grenás e alvianis não tiveram outro motivo para comemorar se não a data festiva. A rede não balançou no clássico da Copa Espírito Santo, entre Vitória e Desportiva Ferroviária, nesta manhã, no estádio Salvador Costa, e o empate em 0 a 0 deixa mantém as duas equipes coladas na tabela, com quatro pontos cada.

 

Equilibrado desde apito inicial, a partida teve poucos bons momentos no primeiro tempo. A Tiva chegou com Jean Sá, chutando fraco de fora da área, e Ramon, cabeceando por cima do gol. Coube ao Vitória o lance de mais perigo. Aos 30 minutos, após cruzamento da direita, Wesley Carioca cabeceou, Felipe fez grande defesa, e Lucas aproveitou o rebote, mas a arbitragem anulou o gol, assinalando posição irregular do meia.

 

O técnico Mauro Soares mudou o esquema tático no intervalo e povoou o meio de campo, tirando o atacante Ramon para a entrada do volante Ivan, e promoveu a estreia oficial do lateral-direito Cássio, no lugar do também estreante Ben Hur. A mudança surtiu efeito defensivamente e aos poucos a Locomotiva Grená também chegava com mais força ao ataque. Logo aos seis minutos, Cássio quase fez, de cabeça, após cobrança de escanteio de Eduardo. Também de cabeça, a Desportiva desperdiçou outras duas chances. Na melhor delas, Jean Sá deu um chapéu no zagueiro, pela direita, e cruzou certeiro para Thiago, livre, cabecear por cima, aos 17 minutos.

 

“Temos que trabalhar bastante ainda. As pessoas querem que a gente tenha o mesmo desempenho do Capixabão, mas o time mudou, os investimentos são menores. É um início de trabalho e o grupo tem qualidade. É claro que queríamos os três pontos e poderíamos ter conquistado, se fossemos mais felizes nas finalizações. Mas não criamos tanto e precisamos melhorar. Foi um clássico pegado, difícil, jogando na casa do adversário”, analisa o comandante grená.

 

Com quatro pontos e um jogo a menos, a Tiva ocupa a terceira colocação, colado com o Vitória e a dois pontos dos líderes Atlético Itapemirim e Real Noroeste. Na quinta-feira (13), entretanto, o clube grená será julgado pela suposta escalação irregular do meia Rominho, na partida de estreia, contra o Linhares, e pode perder seis pontos. A Desportiva volta a campo contra o Real Noroeste, na quarta-feira (12), às 20h15, na Arena Unimed Sicoob.

 

Desportiva Ferroviária: Felipe; Ben Hur (Cássio), Victor Hugo, Eron e Tatá; Léo Gonçalves, Thiago, Eduardo e Jean Sá; Thales (Lelão) e Ramon (Ivan). Técnico: Mauro Soares. 

 

Foto: Henrique Montovanelli/Desportiva 





Veja mais:

25/01/18 - Desportiva paga a primeira parcela do Ato Trabalhista
23/10/15 - Rossato assume gerência de futebol da Desportiva
13/08/16 - Tiva vence mais uma e assume a liderança da Chave Centrol-Sul
12/04/17 - Empate com gosto de derrota para garotada Grená
01/03/18 - Tiva com doze
03/02/18 - Empate no milésimo
10/01/14 - Desportiva enfrenta o ABC de Natal, na estreia da Copa do Brasil
14/04/16 - Locomotiva volta a vencer e encosta no G2
13/04/16 - Locomotiva quer voltar aos trilhos
11/12/15 - Acerola está de volta

    veja lista completa

Campeonato Capixaba 2018
Vitória Futebol Clube
Desportiva Ferroviaria
10/03/2018
15:00
Salvador Costa
1Desportiva Ferroviaria 13 8 3
2Rio Branco F.C. 3 1 1
3Serra Futebol Clube 1 1 0
4Real Noroeste 1 1 0
DES
1 x 1
SFC
DFC
1 x 3
DES